Economia

S.Martinho. Casa do Capitão celebra centenário

Palace Capitão

Chamam-lhe a Casa do Capitão, porque foi há exatamente cem anos que aqui viveu o Capitão da marinha portuguesa Jaime Granger Pinto e a sua família. Hoje, mantendo a traça original, este majestoso palacete, construído no início do séc. XX e classificado como Imóvel de Interesse Municipal e patrimonial pelo Ministério da Cultura, desde 1996, está adaptado a um hotel de charme e casa de chá.
Virado para a baía de São Martinho do Porto, não há quem lhe fique indiferente. Mas se cá fora o cenário é charmoso, lá dentro é como se entrássemos numa máquina do tempo, precisamente em 1917, convidados a tomar uma refeição com o próprio Jaime Granger Pinto, na sua sala de refeições, tal como estava na época. Verónica Leopoldino, diretora geral do hotel, destaca que também “a sala de estar algum mobiliário da época, os tetos, os chãos, as madeiras” se mantiveram fiéis ao original. “A única coisa que mudou, foi o que convertemos em quartos, como o escritório, a biblioteca, sala de armas, mas mesmo a decoração é em estilo vintage, tendo o cuidado de puxar à época”, acrescenta.

 

(Saiba mais na edição em papel e digital de 30 de novembro de 2017)

Outras notícias em Economia