A importância de uma alimentação saudável em doentes crónicos

A má alimentação é o principal fator de risco de morbilidade. A alimentação tem um impacto estrondoso no corpo humano, contribuindo para melhorar as funções do sistema imunitário, nervoso e endócrino. Ter um peso saudável contribui para uma manutenção das condições internas, mais rápida e facilmente, para além de haver uma redução de carga nas articulações e, consequentemente, menos inflamação. Neste sentido, torna-se imperativo uma alimentação equilibrada, variada e completa, para conseguir ter o seu corpo em homeostasia, ou seja, em estabilidade.
Devem evitar-se os alimentos processados e limitar a ingestão de açúcares, uma vez que contribuem para o aumento da inflamação e da oxidação. A ingestão de água e o consumo de alimentos com elevada densidade nutricional são cruciais. Existem esforços que devem ser feitos e, embora existam desafios constantes, o interior precisa que o exterior seja controlado, e isso só depende de nós. Cuide de si. Trate bem da sua orquestra, que são os seus órgãos vitais, para ela continuar a entoar música agradavelmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Sem-título-1

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Porto de Mós. O projeto do baile dos pastorinhos

08 Mai | Sáb | 09:00

Leiria. O festival de música

15 Mai | Sáb | 19:30

Teatro José Lúcio da Sílvia, Leiria

Porto de Mós. Caminhada nas Minas da Bezerra e Serra da Pevide

08 Mai | Sáb | 09:30

Serra de Aire e Candeeiros, Porto de Mós

Caldas da Rainha. A exposição da ESAD

06 Mai | Qui | 09:00

ESAD, Caldas da Rainha

Leiria. Conferências de saúde, de economia e de ambiente

05 Mai | Qua | 14:30

Teatro Miguel Franco, Leiria

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online