Atual

Alfeizerão. Falta de condições em mercado provisório gera queixas

mercado provisorio de alfeizerao (8)

É perto das dez da manhã que Maria Emília João se desloca, de São Martinho do Porto ao mercado de Alfeizerão. Ritual que faz quase diariamente, não só pela qualidade dos produtos, mas também pela simpatia e atenção de quem a atende. Mercado que está provisoriamente, desde o início de setembro, a funcionar noutro espaço, junto à farmácia de Alfeizerão. De acordo com clientes e vendedores, “sem condições nenhumas, quer para quem vende, quer para quem compra”. A falta de resguardos para dias de vento e de chuva, sanitários ou um ponto de água para, por exemplo, a peixeira poder lavar o peixe, são algumas das queixas.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 29 de outubro de 2020.

Outras notícias em Atual