Bárrio. Os 100 anos de Madalena Marques

“Sinto-me igual aos outros dias”. É assim que Madalena Maria Marques fala a’O ALCOA dos seus 100 anos, celebrados a 30 de setembro com a família, agora a alguma distância.
Natural do Bárrio, ali aprendeu a ler e a escrever. Aos 10 anos, começou a trabalhar na agricultura, quando “os trabalhadores vinham, em rancho e ao nascer do sol, para as quintas de Alcobaça, e regressavam a casa ao final do dia”, conta o filho, José Subtil. Assim foi durante anos, mesmo depois do matrimónio, em 1946. Em 1965, enviuvou, batalhando para criar sozinha os quatro filhos menores. Atualmente no Centro Cénico da Cela, “está muito lúcida e bem de saúde; sabe tudo, até os números que vão anunciando da Covid-19”, e “pergunta pelos netos e bisnetos”, conta o filho.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 15 de outubro de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found