Benedita. Centro paroquial cria projeto de hospital para livros

Neuza Santos
Jornalista Estagiária

Aprender a conservar é um dos propósitos do Hospital dos Livros Doentes, do Centro Social Paroquial de Benedita. Hortense Firme, responsável pelas Atividades de Tempos Livres e do Clube Juvenil do centro paroquial, é a impulsionadora da ideia. Foi o encontro das Palavras Andarilhas, na Biblioteca Municipal de Beja, há alguns anos, que serviu de inspiração para este projeto.

E a sensibilização começa assim: “os livros são nossos amigos, e como cuidamos dos amigos?”. O propósito do Hospital dos Livros Doentes é “sensibilizar para o cuidado dos livros, a importância de saber manusear e de não estragar os objetos”, explica Hortense Firme. Pelo facto de “vivermos numa época do digital e da cultura do descarte é importante haver alguém a perceber que vale a pena cuidar dos livros”, assume a responsável pelo projeto, que adianta: “é nas pequenas coisas, que as crianças percebem o valor”. Por vezes, o “mais fácil é deitar fora, compra-se outro”, refere Hortense Firme. O projeto sublinha que cada livro é único: ou porque “a edição foi descontinuada, os livros são velhos ou podem ter uma particularidade”.

Saiba mais na edição impressa e digital de 9 de junho de 2022.

Neuza Santos
Jornalista Estagiária

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found