Buracos. Estrada em Chiqueda é perigo para peões e condutores

Catarina Reis
Jornalista

“Uma estrada degradada em toda a sua extensão, com remendos mal efetuados e onde não há passeio pedonal e, nos poucos metros que existem, sem largura para um carrinho de bebé; há falta de visibilidade das passadeiras e de sinalização rodoviária; há danificação de espelhos parabólicos; há necessidade de colocação de redutores de velocidade”. Eis a lista de problemas que André Oliveira, morador em Chiqueda, enfrenta diariamente ao utilizar a principal via que vai de Alcobaça a Chiqueda. Queixas partilhadas por habitantes e utilizadores daquele piso, esburacado e remendado, “que já foram transmitidas, sem sucesso, à Junta de Freguesia de Aljubarrota e à Câmara Municipal de Alcobaça”, conforme avança a’O ALCOA Cláudio Serrano, também ali residente. Lamentando o comportamento das entidades, “que até à data nada fizeram”, lembra que: “a situação agrava-se, de dia para dia, podendo piorar com a chegada das chuvas”.

Os munícipes que residem ou trabalham naquela terra do concelho de Alcobaça não entendem porque não se faz uma “intervenção urgente da via”, dado que basta passar uma vez, para ver que “aquela estrada representa uma zona de risco e de perigo, não só para os automobilistas, mas também para os peões”, nota André Oliveira.

Saiba mais na edição impressa e digital de 22 de setembro de 2022.

Catarina Reis
Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found