Igreja

Concelho. Freguesias celebram Páscoa de acordo com a tradição

pascoa aljubarrota (8)

É já no próximo domingo, dia 21 de abril, que se celebra a Páscoa,

a festa maior dos cristãos, em memória da ressurreição de Jesus Cristo, após a Sua crucificação e morte.

No domingo de Páscoa, há para além da Missa outras tradições próprias desta festividade católica. Algumas que se vão desvanecendo, como as visitas pascais. Em Pataias, o pároco de Pataias e Alpedriz, Padre Virgílio Francisco, não esquece a tradição e, a partir do próximo domingo até ao dia 4 de maio, com alguns intervalos, irá realizar visitas às casas dos seus paroquianos. De acordo com o pároco, estas visitas têm lugar com “as devidas adaptações”. Existem inscrições prévias ou um sinal deixado pela pessoa na entrada da sua casa quando deseja ter aquela visita, por exemplo um tapete de verdura. Realizada por equipas, esta poderá ser uma visita presidida pelo padre ou por um leigo, a qual se inicia com uma saudação à família. O Padre Virgílio do Rocio Francisco contou a’O ALCOA que após a saudação se reza “uma oração de bênção, faz-se a aspersão com água benta e dá-se a beijar a imagem de Jesus Cristo crucificado”. É desta forma que são realizadas as visitas às paróquias de Alpedriz e Pataias. “Há casas em que a família está junta, aguarda e manifesta muito gosto e alegria por receber e por essa presença”; por vezes, “está só um membro da família à espera”, contou o pároco, que mesmo percebendo que nem todos sentem esta tradição da mesma forma, continua a perpetuá-la.

À semelhança do que acontece nas paróquias de Pataias e Alpedriz, também em Famalicão se realizam estas visitas às casas dos paroquianos. A’O ALCOA, o vigário paroquial de Famalicão, o Padre Salvatore Forte, explicou que ao entrar nas casas entregam-se pagelas, reza-se uma oração, a casa é benzida e dá-se, também, a cruz a beijar. Estas visitas irão ser feitas durante toda a semana, excluindo apenas a segunda-feira.

Em toda a região, as festividades da Páscoa estão já a ser preparadas com diversas iniciativas. Com a Semana Santa, que se iniciou no Domingo de Ramos, a 14 de abril,  as várias paróquias dos concelhos de Alcobaça e Nazaré celebraram a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, com a bênção dos ramos, seguida da celebração do relato da paixão e morte.

Hoje, Quinta-Feira Santa, em que se recorda a Última Ceia, é ocasião para diversas celebrações na região, centradas na instituição da Eucaristia.

Por fim, o último grande dia de celebrações antes do Domingo de Páscoa é a Sexta-Feira Santa, único dia do ano em que não se celebra Missa por se fazer memória da crucificação e morte de Cristo.

Outras notícias em Igreja