Concurso. Atrasos na nomeação de novo diretor do Mosteiro de Alcobaça

A Comissão Nacional do Conselho Internacional de Museus – Portugal critica os atrasos dos concursos para os diretores de museus nacionais, entre os quais está incluído o Mosteiro de Alcobaça, que tem, desde 2015, como diretora Ana Pagará. Segundo a Agência Lusa, os atrasos têm a ver com a constituição dos júris e o “favoritismo” que os resultados “aparentam”, sendo que “a forma como a avaliação foi feita favorece manifestamente quem está dentro da instituição, particularmente os diretores”.

Os concursos internacionais para diretores de monumentos nacionais afetos à Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) abriram em maio de 2020. Dos 18 espaços com concursos concluídos, falta anunciar os resultados para o Museu Nacional da Música e para o Mosteiro de Alcobaça, um “atraso de três anos” num processo que “se tem arrastado”, aponta a Comissão Nacional do Conselho Internacional de Museus – Portugal, citada por esta agência noticiosa.

Saiba mais na edição impressa e digital de 26 de maio de 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found