Dermatite alérgica à picada da pulga

Ana Catarina Duarte
Enfermeira veterinária

A dermatite alérgica à picada da pulga (DAPP) é uma reação de hipersensibilidade à saliva da pulga que afeta cães e gatos, sobretudo na primavera e no verão.

Enquanto a maioria dos animais toleram um número moderado de picadas de pulgas por dia, os animais com DAPP não toleram nenhuma.

Cães com DAPP têm comichão intensa que faz com que se cocem, esfreguem e mordisquem.

Consequentemente, numa fase inicial, verifica-se perda de pelo, pele avermelhada e surgimento de crostas na região lombar e na base da cauda, podendo em casos mais graves estender-se às coxas e abdómen.
Nos gatos, a comichão faz com que se lambam exageradamente e arranquem pelos, causando falhas de pelo no dorso e flancos. Surgem crostas avermelhadas no dorso e no pescoço.

A presença de pulgas acarreta vários problemas de saúde para cães e gatos. Para evitar esses problemas, a desparasitação externa de todos os animais da casa deve estar sempre atualizada. Em caso da presença de pulgas no ambiente (casa, tapetes, sofás, …) deve proceder-se à aplicação de produtos próprios para desinfestação do espaço.

Aconselhe-se com o médico veterinário assistente, para saber qual a forma mais indicada de proteger o seu animal das pulgas e consequentes problemas de saúde.

Ana Catarina Duarte
Enfermeira veterinária

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found