Opinião

Banner_AfonsoLuis

Estradas

Escrevi aqui uma vez que a única via moderna que serve Alcobaça é o IC 9, ligando a Nazaré a Tomar. A Estradas de Portugal dá-nos a sensação de não atribuir grande importância à nossa cidade. Vejamos porquê. Aquela via, o IC9, é a mais rápida e funcional que liga tanto Alcobaça como a Nazaré ao Santuário de Fátima. E é sabido que muitos turistas estrangeiros que visitam a Nazaré e a sua belíssima praia, e também Alcobaça e o seu imponente Mosteiro, se deslocam frequentemente a Fátima. A estes, e a todos nós, cidadãos do país, depara-se uma estrada cheia de remendos e com um piso miserável, ligando o IC 9 ao santuário.
Também os automobilistas que circulam na A8, sentido sul norte, têm, próximo das Caldas da Rainha, uma indicação de Alcobaça a 26 Km e, dois quilómetros e poucos metros à frente, uma outra indicação de Alcobaça a 35 Km. Parece que estamos a andar para trás…
A nossa cidade apresenta ao visitante uma sinalização bastante boa do ponto de vista do burgo em si. Já quanto às saídas para o exterior há duas falhas notórias: ir para a Nazaré pelo IC9 é só para quem sabe, pois o respetivo sinal aparece apenas à entrada da via – noutros pontos da cidade… nicles. Por outro lado, a sul, a direção de Turquel nunca aparece, apenas a da Benedita. Ora, cidades, vilas e aldeias têm, por esta ordem, prioridade na sinalização. Sendo vilas ambas as localidades, Turquel e Benedita, não se compreende que apenas uma seja sinalizada.
Admitindo que os aspetos focados sejam da alçada da Estradas de Portugal, o município poderia, em alguns casos, sugerir a intervenção daquela entidade. No caso da estrada que liga o IC9 a Fátima, sendo a Câmara de Ourém a principal interessada, seria importante que Nazaré e Alcobaça se empenhassem, juntamente com Ourém, numa justa reivindicação ao poder central para que aquela via oferecesse um piso minimamente aceitável. É que está em causa o turismo, religioso e não só, de toda a região.

Outras notícias em Opinião