Évora. Horta dos Avós combina produtos hortícolas biológicos com terapia e afetos

Catarina Ferreira Reis
Jornalista

No Lar de Évora (Lar Residencial de Alcobaça) da Santa Casa da Misericórdia de Alcobaça há, desde abril de 2022, um espaço que combina a horticultura biológica com os afetos e o convívio, onde se apanham legumes, frutos e ervas aromáticos e se colhe saúde e companhia. A “Horta dos Avós” é um projeto de horticultura biológica, social e terapêutica, que começou em força há um ano, e que já se encontra a dar «frutos», conforme explica a’O ALCOA Tânia Miguel, terapeuta ocupacional da instituição e uma das dinamizadoras do espaço. “A ideia resulta de uma candidatura concretizada em 2021, através do programa BPI Fundação La Caixa”, do qual o Lar de Évora saiu vencedor. O prémio permitiu concretizar uma estufa, para que os clientes pudessem participar. A iniciativa tem-se mostrado um sucesso. Êxito que se vê, se sente e cheira na estufa plantada numa área de mais de 160 metros quadrados. Aqui, os «avós» deste lar da Santa Casa da Misericórdia de Alcobaça plantam e colhem alfaces, tomates, couves, brócolos, morangos, ervas aromáticas, entre outros produtos. Uma horta onde o resultado é muita vez visível à refeição, uma vez que os produtos ali gerados são utilizados para consumo da casa.

Fazem parte do projeto Christelle Matias (diretora técnica), Tânia Miguel (terapeuta ocupacional), Sónia Fróis (animadora) e Ivone António (psicóloga) e, claro, os clientes. Quatro grupos de pessoas com idades compreendidas entre os 65 e os 96 anos. Atualmente, cerca de 22 participantes.

Saiba mais na edição impressa e digital de 9 de fevereiro de 2023.

Catarina Ferreira Reis
Jornalista

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos
WhatsApp Image 2024-06-03 at 12.09.27

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found