Évora. Junta gasta 100 mil euros a intervencionar estrada

“A estrada do Vale das Ripas, com ligação ao IC2 e aos Moleanos, na freguesia de Évora de Alcobaça, está a ser alvo de uma intervenção de cem mil euros”, anunciou a’O ALCOA Fernando Azeitona, presidente da junta.
Da responsabilidade da junta de freguesia, com o apoio da câmara, a melhoria na via, de 3,5 quilómetros, prevê o seu alargamento e alcatroamento.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 23 de julho de 2020.

Uma resposta

  1. || A “censura” nas redes sociais. A liberdade de expressão inclui a liberdade de mentir ou enganar?

    – Lugares esquecidos:
    Foi na altura que ele foi até da Assembleia Municipal de Alcobaça, falar sobre este assunto e foi na Ata nº 14 de 22 de fevereiro de 2019.
    Eu: – O Senhor Darlindo – O meu nome é Darlindo e venho de Alpedriz. Venho fazer um pedido ao Presidente da Câmara, se dá para fazer uma ligação de água de rede da Quinta Nova, para os lugares Águas Formosas e Casais dos Brejo, isto fica um bocado escondido porque o concelho é grande e muita gente não conhece o concelho bem. Os dois lugares ficam no meio dos pinhais e é uma zona muito perigosa, é preciso pôr no lugar das pessoas e nas Águas Formosas já houver lá uma construção. Depois também queria pedir para fazer ligação de estrada até o limite do concelho de Leiria, porque tem lá um marco que liga Alpedriz, Pataias e Maceira. Falta ligação de estrada da Quinta Nova, Águas Formosas e Casais do Brejos, que liga depois a acho que é uma ligação muito importante, para quem necessita, porque também atravessa a exploração de areia onde é muito exportado para a Marinha Grande, que Alpedriz não está a ganhar nada com isso.
    Dr. Paulo Inácio, Presidente da Câmara Municipal de Alcobaça: – A outra questão do Senhor Darlindo, eu tenho que saber em concreto qual é a estrada que o senhor está a falar, mas vamos lá ver uma coisa, a Câmara deve melhorar aos caminhos e estratégico, deve abrir novas estradas, mas quando tiver uma visão e um desidrato bem e já temos estradas que chega bem para essas questão, se fizer sentido estratégico, com certeza, e mesmo assim essa questão estratégica está sempre com o custo/beneficio dessa estratégia, e o custo que é de abrir mais uma estrada não sei por onde e avisar não sei quantos proprietários. É uma questão que tem que ser analisada, como é óbvio, não é só porque fica engraçado, não pode ser, têm que ter uma visão estratégica subjacente, porque estradas nós temos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Candidaturas abertas

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Porto de Mós. O projeto do baile dos pastorinhos

08 Mai | Sáb | 09:00

Leiria. O festival de música

15 Mai | Sáb | 19:30

Teatro José Lúcio da Sílvia, Leiria

Porto de Mós. Caminhada nas Minas da Bezerra e Serra da Pevide

08 Mai | Sáb | 09:30

Serra de Aire e Candeeiros, Porto de Mós

Caldas da Rainha. A exposição da ESAD

06 Mai | Qui | 09:00

ESAD, Caldas da Rainha

Leiria. Conferências de saúde, de economia e de ambiente

05 Mai | Qua | 14:30

Teatro Miguel Franco, Leiria

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online