Farmácias. Falta de medicamentos com alternativas e sem motivo para alarme

Catarina Reis
Jornalista

No último mês chegaram a’O ALCOA algumas preocupações de utentes que não conseguem encontrar, na farmácia, o medicamento que habitualmente tomam. Entre eles está um medicamento destinado ao tratamento da hipertensão arterial e outro para tratamento da diabetes.

José Augusto, de 70 anos, que toma há mais de 10 anos um medicamento para controlar a hipertensão arterial, viu-se, de um dia para outro, sem possibilidade de o adquirir em qualquer farmácia. O valadense explica que não o pode substituir por outro, sem primeiro consultar o seu médico de família, pelo que terá de esperar pela próxima consulta para o fazer, situação que lhe causa algum desconforto e preocupação.

Este não é caso isolado. Rosa do Vale, ajudante técnica da farmácia de São Martinho do Porto, confirma a’O ALCOA a existência de alguma rutura de medicamentos como antidiabéticos.

Saiba mais na edição impressa e digital de 2 de dezembro de 2022.

Catarina Reis
Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found