Hospital. Voluntários assinalam aniversário em Alcobaça

“Este movimento representa a presença da Igreja no acolhimento de quem está doente e também dos seus familiares e dos próprios profissionais de saúde. Um voluntariado que ajuda em todos os aspetos: na espiritualidade, nos afetos; nesse estar perto de quem precisa e que tem presente a missão cristã de ajudar na recuperação e de fazer o bem ao outro”, disse a’O ALCOA D. Nuno Brás, bispo auxiliar de Lisboa, no dia 2 de junho, por ocasião da celebração do 12º aniversário da Associação de Cooperadores Voluntários das Capelanias Hospitalares do Patriarcado de Lisboa “Mateus 25”.
Com ele veio também o Padre Pedro Melo, há 25 anos capelão no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, acompanhando doentes, visitantes e profissionais. Uma tarefa que diz ser “muito gratificante”.
O dia iniciou-se com a celebração da Missa, seguindo-se almoço partilhado e a tomada de posse dos órgãos sociais da associação. A iniciativa decorreu no Hospital Bernardino Lopes de Oliveira (HABLO), em Alcobaça, e “juntou cerca de 60 voluntários de Lisboa”, disse a’O ALCOA Francisco Henriques, presidente da associação. Segundo o responsável, “atualmente são cerca de 130, mas gostaríamos de aumentar o número de voluntários católicos”.
No Hospital de Alcobaça, são oito os voluntários que põem em prática o mandato do capítulo 25 do Evangelho de S. Mateus, que dá nome à associação, nomeadamente o apelo contido no versículo: “estava doente e visitaste-Me”.

(Saiba mais na edição de 14 de junho de 2018)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found