Opinião

Banner_CesarSantos

Incentivo à Natalidade e Apoio à Família

Tal como outros países europeus, Portugal enfrenta um grave desafio demográfico, e é nestes momentos que importa favorecer a natalidade e desenvolver uma estratégia de longo prazo de promoção da natalidade, diminuindo os obstáculos e os custos da parentalidade. O poder local pode e deve desenhar uma estratégia de combate à pobreza de crianças e jovens que seja uma resposta adequada às carências das famílias. Como a criação de mecanismos e incentivos locais à natalidade e apoio à fixação de cidadãos nos territórios, rendas apoiadas para carenciados ou jovens.
O PS Alcobaça propôs a criação de um incentivo à natalidade promovendo por um lado, a melhoria das condições de vida da população, e por outro, fomentando a economia do concelho, através da aceitação das despesas relativas ao bebé, realizadas em estabelecimentos comerciais do concelho, tentando alcançar 3 objectivos:
1º Solidariedade, ajudando as famílias que mais precisam, com um escalão que vai dos 1000 aos 250 euros, sobretudo num momento difícil da economia nacional e das famílias.
2º Estimulo ao Comércio Local, pois o incentivo é pago sobre facturas de compras de produtos para o bebé, desde as fraldas até a mobília, mas exclusivamente provenientes do comércio do concelho de Alcobaça. No sentido de ajudar e alavancar o comércio local que tanto precisa.
3º Promover a atração e fixação de famílias no Concelho. É importante referir que o saldo natural do nosso concelho é negativo, temos mais óbitos que nascimentos.
Esta foi das poucas propostas que o PS Alcobaça viu aceites pela Câmara Municipal, e em metade do apoio proposto!
Estes incentivos promovem a melhoria das condições de vida da população, ao tratar de forma diferente quem tem menos rendimentos, protegendo e ajudando a assegurar o bem-estar das famílias, e fomentando a economia do concelho.

Outras notícias em Opinião

  • Editorial. Extraordinários

    Neste 2020, em cada edição, uma pessoa extraordinária em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. Há mais de duas décadas, trabalhava…

  • Michael Nnadi: 18 anos

    Nos anos 90, conheci dois padres do Ruanda. Um não tinha notícias da família há muito tempo, outro acabava de saber que todas as pessoas…

  • Aquilo que é

    Aquilo que é a língua portuguesa deixa-nos às vezes confundidos com aquilo que é a forma de falar de uns tantos. Modas… Começa nos meios…

  • Extraordinários

    Neste 2020, em cada edição, uma pessoa extraordinária em algum aspeto da sua vida, com ligação à nossa região. Em vésperas do Dia dos Namorados,…

  • Jesus a espreguiçar-Se

    Quando o Papa fez 83 anos (17 de dezembro passado), ofereceram-lhe uma estampa que sintetiza o seu programa pastoral: a santidade “della porta accanto”, a…

  • Valores Sociais

    A doutrina social da Igreja (DSI) tem como orientações básicas seis princípios e quatro valores: os princípios, abordados nos artigos anteriores, são a dignidade humana,…

  • Seitas e Movimentos Religiosos

    Que as seitas são altamente prejudiciais à sociedade, todos reconhecem. Muitas pessoas, sobretudo entre os jovens, têm sido captadas por redes sectárias. Pensam, ingenuamente, que…

  • Um conto de Natal | As dúvidas de Renato

    Renato frequentava um curso superior, na cidade. Os pais viviam na aldeia. Eram crentes. Renato nem por isso. As aulas na Faculdade e a vida…

  • Princípios sociais, numa visão de conjunto

    Nos últimos artigos, foram apresentados os seis princípios da doutrina social da Igreja consagrados no respetivo Compêndio de 2004: dignidade humana; bem comum; destino universal…

  • A carta de Greccio

    S. Francisco de Assis foi pela primeira vez a Greccio por volta de 1209, numa altura em que a pequena cidade sofria o ataque de…