Opinião

Banner_CesarSantos

Incentivo à Natalidade e Apoio à Família

Tal como outros países europeus, Portugal enfrenta um grave desafio demográfico, e é nestes momentos que importa favorecer a natalidade e desenvolver uma estratégia de longo prazo de promoção da natalidade, diminuindo os obstáculos e os custos da parentalidade. O poder local pode e deve desenhar uma estratégia de combate à pobreza de crianças e jovens que seja uma resposta adequada às carências das famílias. Como a criação de mecanismos e incentivos locais à natalidade e apoio à fixação de cidadãos nos territórios, rendas apoiadas para carenciados ou jovens.
O PS Alcobaça propôs a criação de um incentivo à natalidade promovendo por um lado, a melhoria das condições de vida da população, e por outro, fomentando a economia do concelho, através da aceitação das despesas relativas ao bebé, realizadas em estabelecimentos comerciais do concelho, tentando alcançar 3 objectivos:
1º Solidariedade, ajudando as famílias que mais precisam, com um escalão que vai dos 1000 aos 250 euros, sobretudo num momento difícil da economia nacional e das famílias.
2º Estimulo ao Comércio Local, pois o incentivo é pago sobre facturas de compras de produtos para o bebé, desde as fraldas até a mobília, mas exclusivamente provenientes do comércio do concelho de Alcobaça. No sentido de ajudar e alavancar o comércio local que tanto precisa.
3º Promover a atração e fixação de famílias no Concelho. É importante referir que o saldo natural do nosso concelho é negativo, temos mais óbitos que nascimentos.
Esta foi das poucas propostas que o PS Alcobaça viu aceites pela Câmara Municipal, e em metade do apoio proposto!
Estes incentivos promovem a melhoria das condições de vida da população, ao tratar de forma diferente quem tem menos rendimentos, protegendo e ajudando a assegurar o bem-estar das famílias, e fomentando a economia do concelho.

Outras notícias em Opinião

  • O Inferno, o Céu e a oração do rico

    O mês de novembro é dedicado aos mistérios do encontro ou desencontro com Deus. Pode ser um encontro feliz, inesgotável e exultante, ou pode ser…

  • Princípio da participação

    Cada um de nós faz parte de uma família; e, em maior ou menor grau, faz parte de uma ou mais associações, outras instituições, empresas,…

  • O valor do Património Cultural

    “Se destruís o passado, destruís a alma. Ficais sem raízes para corrigir o futuro. Os homens foram notáveis pelo que fizeram de notável”. Palavras colocadas…

  • Princípio da subsidiariedade

    O princípio da subsidiariedade baseia-se na dignidade e autonomia de cada pessoa e família, defendendo que as diferentes organizações privadas, com ou sem fins lucrativos,…

  • Destino Universal dos Bens 2166

    Este é o terceiro princípio fundamental da doutrina social da Igreja (DSI), depois da igual dignidade humana e do bem comum abordados em artigos anteriores…

  • A festa da alegria

    Nestas últimas semanas, a Igreja lançou, em todo o mundo, um projecto renovado de evangelização. Este mês de outubro foi declarado um Mês Missionário Extraordinário,…

  • Rasoamanarivo

    A 7 de setembro, durante a viagem a Moçambique, Madagáscar e República da Maurícia, o Papa fez questão de visitar o túmulo de Victoire Rasoamanarivo,…

  • Francisco e Bento XVI publicam um livro em parceria

    Os autores são Papa Francisco e Bento XVI, o título é “Não façam mal a nenhum destes pequeninos. A voz de Pedro contra a pedofilia”.…

  • Princípio do «Bem comum»

    A seguir à dignidade humana, o segundo princípio fundamental da doutrina social da Igreja (DSI) respeita ao bem comum, isto é: o conjunto de bens…

  • Perfume de poesia na Igreja Católica

    No próximo dia 5 de outubro, a Igreja passará a contar com mais 13 novos cardeais. Um deles é o português José Tolentino Mendonça, um…