Inovação. Quando o caroço da ginja se transforma em almofada

Jéssica Calhas
Jornalista

E se lhe dissermos que com ginja também se podem fazer almofadas?

A ideia é da Lemos Figueiredo – Adega das Frutas de Alcobaça, que com caroços de ginja desenvolveu uma almofada termoterapêutica. O propósito é “contribuir para um mundo melhor e mais sustentável”, contou a equipa Lemos Figueiredo a’O ALCOA.

“A ideia nasce da necessidade de evitar o desperdício das nossas matérias-primas, nomeadamente da ginja, o fruto de eleição da nossa adega”, revelaram. Sem perder as características habituais dos produtos da empresa, “pretendemos que as almofadas termoterapêuticas tenham o selo artesanal, familiar e ecológico”. Neste sentido, os caroços das ginjas são “cuidadosamente selecionados e lavados, lentamente secos sob a ação do sol e do vento” e, como bom produto da terra, “são introduzidos em sacos delicadamente confecionados pelas costureiras da família Lemos Figueiredo ou por artesãs alcobacenses”, em tecido de chita de Alcobaça.

Saiba mais na edição impressa e digital de 15 de dezembro de 2022.

Jéssica Calhas
Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found