Limpeza dos ouvidos

Ana Catarina Duarte
Enfermeira veterinária

Os ouvidos dos nossos cães e gatos devem ser limpos com frequência. Esta limpeza deve ser feita com uma solução de limpeza auricular apropriada e compressas (uma para cada ouvido). O algodão não está indicado pois pode perder filamentos que ficam alojados no pavilhão auricular. Os cotonetes também não devem ser utilizados (exceto pelo veterinário), pois podem entrar demasiado dentro do pavilhão auricular e provocar lesões.

A limpeza dos ouvidos tem como objetivo remover sujidade e humidade existente e prevenir o desenvolvimento de otite (inflamação do pavilhão auricular e do canal auditivo). Beagle, Epagneul, Cocker ou Labrador, são alguns exemplos de raças de cães com maior predisposição para o desenvolvimento de problemas auriculares.

Algumas raças (Caniche, Shih Tzu ou Bichon Maltês) têm pelos nos ouvidos. Estes pelos potenciam a acumulação de sujidade e humidade, devendo, por isso, ser removidos antes da limpeza.

Em caso de problema auricular o animal pode abanar a cabeça com frequência, coçar a zona das orelhas, lateralizar a cabeça, sentir dor durante a limpeza dos ouvidos, ter mau odor auricular, ter grande quantidade de cerúmen e sinais inflamatórios (calor e vermelhidão local).

Se suspeita que o seu cão ou gato tem um problema auricular não deixe que a situação se agrave. Dirija-se com ele ao médico veterinário.

Ana Catarina Duarte
Enfermeira veterinária

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found