Cultura

Literatura. “Saudade” de António Catarino

Capa livro saudade

“Um reformado das Caldas da Rainha adere ao serviço de uma rede social fictícia chamada RS. Subitamente começa a rejuvenescer, ao mesmo tempo que a tecnologia vai evoluindo, e se vai tornando cada vez mais eficiente”. É este cenário de ficção científica que aborda o novo romance do beneditense António Catarino, cenário “que talvez não esteja tão longe de acontecer quanto isso”. Em “Saudade”, a premissa do livro acaba por ser esta: estaríamos preparados física e mentalmente para este tipo de tecnologia?
Com lançamento agendado para 9 de agosto, às 21h30, no Centro Cultural da Nazaré, a antiga Lota, durante a 44.ª Feira do Livro da Biblioteca da Nazaré, a obra, que fala da invenção duma tecnologia de leitura de mentes, é a oitava obra do autor, que nasceu em 1973 e que, além de sociólogo de formação, se define apaixonado pela fotografia e escritor por natureza.

 

(Saiba mais na edição 2464 de 25 de julho de 2019)

Outras notícias em Cultura