Mensagem para 2023

Natércia Inácio
Presidente dos “Amigos das Letras”

Queridos amigos
Chegámos a 2023, vivemos tempos incertos, talvez uma realidade estranha, onde a presença esteja a dar bastante lugar à ausência.
Zygmunt Bauman chamou-lhe tempos líquidos. Os valores sólidos e antigos que aprendi parecem dissolver-se no ar, as consciências parecem ter apenas o agora, imperam relações de consumo, o aluno agride o professor, é necessário medicar a hiperatividade, as pessoas não procuram a origem e a causa de nada, apenas tentam lidar com a superficialidade.
Os flagelos, como as adições (drogas), são cada vez mais presentes, há novos conceitos difíceis de entender, como o poliamor, crises e fins das relações e das famílias.
Guerras tão próximas de nós, a que não podemos ficar indiferentes, uma pandemia que com a globalidade atingiu o mundo inteiro e nos levou amigos e familiares, para além de nos isolar e privar de convívios como este.
Parece que de repente tudo o que nos parecia sólido se dilui num individualismo extremo. Até a televisão que na minha geração se via em família foi perdendo a importância dando lugar ao telemóvel sempre na mão de cada um de nós!
Existe esperança!?
Eu quero acreditar que sim, enquanto houver grupos como estes, Os Cantibaça e os Amigos das Letras, que através da música, do coral e da literatura nos seus vários géneros unam as pessoas, tornem a individualidade em ações para o coletivo, com o outro no coração, há esperança.
A música, o teatro, a poesia, as estórias necessitam de convívio e vários ensaios. A expressão artística tem foco nas comunidades e no próximo, na partilha, no bem-fazer e bem-querer!
Torna sólido o que o individualismo pretende dissolver. O Amor é uma realidade presente, que nos faz sair de casa em dias de chuva, já que a chuva, desde há muito, é uma excelente desculpa para dar lugar à ausência, para a inconsciência e a fuga para o isolamento e egoísmo humano.
Grupos como estes fazem-me acreditar na esperança de um 2023 saudável, num caminho estreito, mas bonito, num caminho de paz, onde ao comando estão maestros, encenadores, poetas, artistas e pessoas de coração limpo e em paz, que trabalham em relacionamentos sólidos, para tempos de paz, trazendo educação e alegria às comunidades em que habitam.
Os Amigos das Letras desejam a todos um excelente 2023, em união e amor.
Recordando que sozinhos somos simples pétalas, mas juntos somos flores e lindos bouquets.

Natércia Inácio
Presidente dos “Amigos das Letras”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found