Vida

Mitos alimentares

laranja1site

Ao longo do tempo foram criados vários mitos em redor da alimentação e a verdade é que alguns ainda persistem. No entanto, a ciência não consegue comprovar a maioria.

Mito: “O vinho depois da melancia encortiça no estômago”: Apesar de grande parte da população acreditar neste mito, a melancia juntamente com o vinho não “encortiça” no estômago. Estudos demonstram que a junção destes dois alimentos vai originar um aumento do pH (tornando o ambiente gástrico menos ácido) o que pode provocar uma sensação de enfartamento, uma vez que aumenta o tempo da digestão. No entanto, a melancia não “encortiça” no estômago, não havendo razão para não juntar estes dois alimentos. Existem mesmo algumas receitas que contemplam vinho e melancia.
Mito: “Laranja com leite faz mal”:
Este mito provavelmente surgiu pelo facto de o leite coalhar quando lhe é adicionado qualquer ácido. Desta forma, se adicionarmos sumo de laranja ao leite certamente que irá coalhar, mas esta situação não traz qualquer problema para a digestão. Do ponto de vista nutricional, a junção destes dois alimentos é benéfica porque a vitamina C, presente na laranja, facilita a absorção de cálcio presente no leite. Assim, a ingestão de laranjas juntamente com leite ou derivados é uma excelente opção.
Mito: “Laranja de manhã é ouro, à tarde é prata e à noite mata”: Julga-se que esta frase terá surgido no século XIX. Devido à situação socioeconómica o povo tentava assaltar os pomares dos conventos para ir apanhar fruta, incluindo as laranjas. Reza a lenda que de manhã nunca eram apanhados, mas quando se aproximava a noite eram quase sempre descobertos. Este mito pode ter persistido até aos dias de hoje porque o consumo de laranjas pode provocar uma ligeira excitação, podendo não ser tão desejada no período da noite.
Outro mito ainda relacionado com a laranja é o facto de esta ser benéfica na constipação. No entanto, também não existem estudos científicos que comprovem esta situação, apesar de ser o inverno a melhor época para as consumir.
A concluir, se gosta de laranja deve consumi-la independentemente do acompanhamento, da hora e da altura do ano.

Outras notícias em Vida