Município de Alcobaça é membro fundador da Associação Portuguesa das Cidades e Vilas Cerâmicas

No passado dia 16 de junho, decorreu em Viana do Castelo, uma reunião com os catorze municípios fundadores da recém-criada Associação Portuguesa das Cidades e Vilas Cerâmicas (AptCC), uma entidade constituída para a defesa, valorização e divulgação do património cultural e histórico cerâmico, bem como o intercâmbio de experiências entre os associados, nomeadamente a nível da conservação do património, o estabelecimento de parcerias entre cidades e vilas com vínculos tradicionais à cerâmica.
A AptCC foi fundada pelos municípios de Alcobaça, Aveiro, Barcelos, Caldas da Rainha, Ílhavo, Mafra, Montemor-o-Novo, Óbidos, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Tondela, Viana do Alentejo, Viana do Castelo e Vila Nova de Poiares.
Para o presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Paulo Inácio, “esta associação desempenhará um papel fulcral no reforço e potenciação da indústria da cerâmica, a qual tem uma tradição ancestral no concelho de Alcobaça”. “Pela quantidade de municípios que congrega e que representa centenas de empresas e milhares de trabalhadores, penso que esta estrutura será uma importante estrutura de apoio e divulgação da cerâmica nacional à qual temos todo o orgulho em nos associar”, adianta o edil.
O projeto de estatutos da associação que tinha sido elaborado numa reunião em Aveiro em março passado, foi agora concluído no encontro em Viana do Castelo, com a aprovação por unanimidade da localização da sede nas Caldas da Rainha, bem como a aprovação da quota anual para os municípios participantes, que será idêntica para todos. Também foi aceite por unanimidade que a primeira presidência da Associação (rotativa nos termos estatutários) seja assegurada por Mafra.
O próximo passo a concluir até final de setembro será a aprovação da adesão formal à Associação por todos os executivos camarários e pelas assembleias municipais, para depois poder ser realizada a escritura constitutiva da nova estrutura que será ainda submetida ao Tribunal de Contas.
A visita a Portugal, no final de 2015, do coordenador do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial das Cidades Cerâmicas, cujo trabalho consiste em promover a constituição de associações de cidades cerâmicas em vários países europeus, foi o mote para que os catorze municípios reunissem esforços para criar a futura associação. O agrupamento reúne associações de cidades cerâmicas em Itália, Espanha, França, Roménia e Alemanha e consiste numa estrutura com peso institucional junto da Comissão e do Parlamento Europeu, contando já com a representação de mais de uma centena de cidades cerâmicas.
As Associações Nacionais das Cidades Cerâmicas já existentes na Europa – Itália, França, Espanha, Roménia e Alemanha -, já convidaram as cidades e vilas cerâmicas portuguesas para assistirem à próxima Assembleia Geral Europeia, que se realiza em Faenza (Itália) no início de setembro, por ocasião da ARGILLA´16, o principal evento da cerâmica europeia, em que estão presentes centenas de ceramistas dos mais variados países do continente.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

WhatsApp Image 2024-06-03 at 12.09.27
Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found