Atual

Museu da Rádio será instalado nos antigos armazéns Vazão

Atual-Alcobaça-Assinaturadeescrituramuseudaradio-20151005_104145_HDRsite

A Câmara Municipal de Alcobaça assinou esta segunda-feira um contrato-promessa para a aquisição de 5 lojas (4 no rés-do-chão e 1 na cave) dos antigos armazéns – conhecidos por “armazéns Vazão” – na Rua Araújo Guimarães, em Alcobaça, onde será instalado o futuro Museu da Rádio.
O investimento de cerca de 280 mil euros tem como intuito constituir “uma estrutura museológica ímpar no contexto nacional dada a diversidade e antiguidade das peças que compõe o espólio de rádios e outros equipamentos radiofónicos na posse da autarquia”, explica o presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Paulo Inácio.
O “Espólio Coleção Madeira Neves – Casa das Máquinas Falantes” foi adquirido pelo município, em maio de 2009, pela mão do então presidente da Câmara Municipal, Gonçalves Sapinho, ao colecionador natural da Cela, José Madeira Neves, e integra 847 equipamentos técnicos de radiodifusão e de telecomunicações como rádios, telefones, gravadores, microfones, caixas de música, fonógrafos, gravadores magnéticos e grafonolas.
“Estamos na perspetiva de criar o melhor museu do género em Portugal”, defende Paulo Inácio, garantindo que “a escritura definitiva será assinada até ao final do ano”.
A coleção reúne:
– Telegrafia – 2 peças;
– Amplificadores – 13 peças;
– Altifalantes – 53 peças;
– Telefones – 92 peças;
– Microfones – 244 peças;
– Rádios-receptor – 443 peças

Outras notícias em Atual