Atual

Nazaré. Pescadores apelam a medidas de apoio à pesca artesanal

artes_de_pesca

O Município da Nazaré juntamente com a Associação de Armadores e Pescadores da Nazaré propôs, a 25 de março, ao Ministério do Mar, medidas de apoio à pesca artesanal. O aumento do controlo e fiscalização nos preços da venda; a sensibilização dos comerciantes de pescado para uma situação de exceção, e a sensibilização dos comerciantes para a possibilidade de paragem de atividade dos pescadores, cujo rendimento se degradada a cada dia, foram algumas. Foi ainda solicitada a atribuição de um subsídio mensal, com efeitos imediatos, de valor no mínimo igual ao salário mínimo nacional, a todos os pescadores que efetuam descontos para a segurança social.
O Governo decidiu suspender as taxas de acostagem durante 90 dias e aprovou uma linha de crédito de 20 milhões de euros.
Espera-se que, no início de abril, comecem a ser pagos os valores do fundo de compensação salarial dos profissionais da pesca, referentes ao período de outubro de 2018 a abril de 2019.
Para além das medidas de apoio à pesca, o Município da Nazaré apela à denúncia imediata de qualquer especulação de preços que represente uma violação do direito económico dos pescadores, ou seja, grande desvalorização no peixe de maior valor comercial, e à implementação de medidas de controlo e fiscalização para a venda de peixe, no sentido das descargas em lota “compensarem” os riscos que correm para continuar a fazer chegar peixe aos consumidores.

 

Outras notícias em Atual