Onda de assaltos a estudantes leva a reforço policial

Foto por Sara Susano

Têm sido muitos os assaltos reportados por alunos no terminal rodoviário de Alcobaça.
José e Tiago, nomes fictícios, alunos da Escola Secundária D. Inês de Castro (ESDICA), saíam da rodoviária rumo à escola quando um indivíduo, segundo José, o obrigou a ir para trás do cineteatro e “roubou-me dez euros, porque era a única coisa que tinha”. “Não sei se ele estava armado, mas como tive medo, acabei por dar o que tinha”, conclui José. O jovem acrescenta ainda que foi “apenas mais um” dos cerca de dez alunos “já assaltados” da sua turma. Tiago, que acompanhava José e o viu ser levado pelo indivíduo, conta que, na maior parte dos casos, “os assaltantes pedem droga; quando não o conseguem, pedem tabaco e depois dinheiro”. Para evitar estas situações, Tiago refere que os jovens já estão a “evitar ficar muito tempo na rodoviária” e vão para lá e para a escola em grupo.

(Saiba mais na edição em papel de 24 de janeiro de 2013)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found