Igreja

Padroeiro. Obra de cisterciense marca Dia de São Bernardo

São Bernardo Web

“É uma alegria celebrar o padroeiro de Alcobaça, São Bernardo, a quem tanto devemos”, declarou o Padre Ricardo Cristóvão, a 20 de agosto, na homilia da Missa festiva. O pároco de Alcobaça referiu-se ao fundador do Mosteiro de Alcobaça como “uma âncora e um protetor” que, “no tempo em que vivemos, com tantas incertezas, sabemos que nunca nos faltará”.

No final da celebração, decorreu a apresentação da obra editada pel’O ALCOA “Memórias de várias vilas e terras dos coutos de Alcobaça” de Frei Manuel de Figueiredo, cronista-mor dos cistercienses. Memórias transcritas e anotadas pelo historiador Gérard Leroux, que dedicou a obra a Tarcísio Trindade já que este alfarrabista alcobacense – antigo diretor d’O ALCOA e presidente da Câmara Municipal de Alcobaça de 1969 a 1975 – deu a conhecer várias obras cistercienses a Gérard Leroux, que editou estas memórias somente agora trazidas a público.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 3 de setembro de 2020.

Outras notícias em Igreja