Pataias. Fornos de Cal, um museu ao ar livre que ganha nova vida

Foto por Catarina Reis

Fazem parte da memória coletiva, da história da localidade e do brasão da vila de Pataias. Os fornos de cal são um património único, tesouro que parece estar a ganhar nova vida.
“Atualmente estão inventariados 31 fornos divididos em dois núcleos: Ratoinha, com 13; e Brejoeira, com 18”. Quem os contou foi Tiago Inácio, historiador e investigador. Entretanto e para um trabalho mais concreto, a União de Freguesias de Pataias e Martingança aderiu ao projecto FORCAL na qualidade de entidade parceira. Um projeto liderado por Fernando Silva, arqueólogo, com formação superior na área da Antropologia Social e Cultural, e investigador do CITCEM-Centro de Investigação Transdisciplinar “Cultura, Espaço e Memória” – Grupo Memória, Património e Construção de Identidades, da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, dedicado ao estudo dos fornos de cal artesanais em Portugal, na sua divulgação e necessidade de preservação.

(Saiba mais na edição em papel e digital de 25 de janeiro de 2018)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found