Cultura

Pinturas seiscentistas voltam à Sacristia Nova

cultura

As telas seiscentistas que estavam “na sala de reserva, um bocadinho ao abandono” voltaram ao seu local de origem, ou seja, à Sacristia Nova do Mosteiro.
Graças ao patrocínio da Cooperativa Agrícola de Alcobaça, que está este ano a comemorar os seus 80 anos de atividade, foi possível “voltar a colocar as pinturas nas molduras, transportá-las para a sacristia e colocá-las nas paredes”, explica Jorge de Sampaio, diretor do Mosteiro de Alcobaça.
Os nove quadros, que na descrição do Mosteiro de Frei Manuel dos Santos, datada de 1710, estavam colocados na Sacristia Nova, tinham sido retiradas já no século XX, onde “estiveram encostados à parede no dormitório, depois na ala sul do mosteiro e, até agora, na sala de reserva”, explica.

(Saiba mais na edição em papel de 26 de julho de 2012)

Outras notícias em Cultura