Recordando a inauguração da Igreja da Benedita, 65 anos depois!

O Diário de Lisboa, na sua edição de 14 de Agosto de 1955 publicou, na página 11, uma interessante notícia, recebida pelo telefone. O título, ilustrado com uma foto do templo, diz-nos “A nova igreja da Benedita foi hoje inaugurada”.
O autor do texto – pensamos que terá sido Armando Baltazar – diz-nos que “as ruas encontram-se vistosamente engalanada e atapetadas de alecrim e murta“.
O articulista, depois de fazer um merecido elogio ao Padre Inácio Artur, escreve “à chegada do Sr. Cardeal Patriarca D. Manuel Gonçalves Cerejeira a multidão soltou entusiásticas vivas e os sinos tocaram festivamente”. Dizemos nós que o sineiro, de boa memória, era Silvestre Castelhano, figura em destaque no meu próximo livro que espero publicar no próximo ano.
Depois de referir outros detalhes, o autor termina a sua frase “à hora que telefonamos, o Sr. Cardeal Patriarca procede à bênção da igreja. Seguir-se-ão as cerimónias da inauguração da cabine elétrica e do lançamento da primeira pedra para o Centro de Assistência Social”.

Nota final: a inauguração da igreja da Benedita teve ampla divulgação na imprensa regional e nacional, nomeadamente no Comércio do Porto. Recordamos o belo texto publicado pelo saudoso José Luís Machado (Zito) neste jornal.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

WhatsApp Image 2024-06-03 at 12.09.27
Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found