Cultura

Região. Há um novo museu a visitar em Mira de Aire

Inauguração do MIAT 18 de Maio Presidente da Camara de Porto de Mós Jorge Vala e José Paulo Baptista

Abriu portas hoje, dia 18 de maio, o MIAT, Museu Industrial e Artesanal do Têxtil. O espaço que nasce do sonho de um empresário de Mira de Aire, José Batista fica situado num edifício de uma antiga fábrica de tapetes fundada em 1933 com o nome Tapetes D. Fuas, mais tarde Tapetes Vitória.

O museu surge da vontade de preservar o património industrial de Mira de Aire e Minde, que outrora foram importantes centros industriais do têxtil da região e tem como objetivo informar os visitantes sobre a forma como se processava a lã no fabrico de carpetes, mantas, fazenda e malhas.

Na sala do antigo berçário/creche onde as crianças das operárias eram cuidadas, encontram-se painéis informativos que descrevem o processo artesanal e industrial da produção da lã e um espaço audiovisual onde será exibido um vídeo retratando as diferentes fases do processo de transformação da lã: tosquia, lavagem, tinturaria, cardação, fiação e tecelagem.

No piso inferior, a exposição permanente contempla um espaço com teares manuais e outros utensílios utilizados no processo artesanal do processamento da lã e um espaço com equipamentos e maquinaria utilizados no processo industrial.

Na zona da entrada do museu, estará patente uma exposição temporária de pintura de aguarela do pintor João Cabral.

O MIAT funciona de terça-feira a domingo entre as 10h00 e as 18h00

 

Outras notícias em Cultura