Atual

Região. Onda de insegurança instalada

62458119_431114614111386_417923996055502848_n

No dia 10 de Junho, por volta das 12h30, um residente em Cela Velha foi alertado pelo seu vizinho que três mulheres de etnia cigana o tinham abordado acerca de o próprio se encontrar em casa. Após esta abordagem, “o meu vizinho volta a passar e já não se encontrava ninguém no local”, contou o celense. Mais tarde, ao chegar a casa, o homem deparou-se com um cenário diferente em sua casa com uma das suas janelas partida e alguns paralelos soltos, tendo sido arremessados contra a parede. Com o sucedido, o lesado chamou a GNR de Alcobaça que lhe indicou que fizesse uma queixa formal. As três mulheres, que já foram reconhecidas na feira da Nazaré, deslocavam-se numa carrinha branca cuja matrícula (92-48-E) não foi totalmente identificada, faltando ainda uma letra. Fisicamente as mulheres “são novas e uma delas é loira e as outras morenas” e apenas uma se veste com as tradicionais roupas da etnia. Hoje, 12 de junho,  também uma residente do Casal Pardo se queixou de “um casal jovem de etnia cigana com duas crianças pequenas a assaltar casas”, dando como exemplo um “cobertor que estava no arame”. O casal deslocava-se também numa carrinha branca cuja matrícula é 16-HQ-56.
A’O Alcoa, as autoridades disseram não poder dar informações.

Outras notícias em Atual