Atual

Região. Os bombeiros na linha da frente da pandemia

Bombeiros-Nazare_COR

De extrema relevância no combate à Covid-19. Assim são os Bombeiros Voluntários de Alcobaça, Benedita, Pataias, São Martinho do Porto e da Nazaré.
“Os primeiros da fila”, transportando potenciais infetados, mas “mantendo o normal funcionamento”, destaca Leandro Domingos, comandante dos Bombeiros Voluntários de Alcobaça. Na corporação, as medidas de controlo e acompanhamento dos elementos visam obviamente impedir o contágio entre estes profissionais da linha da frente.
Na Benedita, a estratégia passa por funcionarem em equipas com horários desfasados. Em São Martinho do Porto foi incrementado, nas alturas mais críticas, o sistema de equipas em espelho. Na Nazaré, é seguido um plano de contingência e cumprem-se à risca os procedimentos de higiene e de segurança estabelecidos pelas autoridades de saúde.

 

DOENTES TRANSPORTADOS DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA, COM SUSPEITAS DE COVID-19:

Alcobaça: cerca de 300 doentes

Benedita: mais de 600 pessoas para os serviços de urgência, sem saber se eram suspeitos

Pataias: 80 suspeitas de Covid-19, com três com teste positivo

São Martinho do Porto: 113 doentes, sem saber se eram suspeitas

Nazaré: 126 doentes com sintomas de Covid-19

 

NÚMERO DE BOMBEIROS COM CASOS POSITIVOS DE COVID-19 DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA:

Alcobaça: 1
Benedita: 1
Pataias: 1
São Martinho do Porto: 0
Nazaré: 0

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 26 de novembro de 2020.

Outras notícias em Atual