Opinião

Banner - OPINIAO Jose maria Andre_professor

Se é Deus, vamos matá-Lo!

Um episódio do Evangelho, que ouvimos recentemente (Marcos 3, 1-6), é difícil de compreender para os humanos, fácil de entender para o demónio. Era um sábado, instituído por Deus como dia de descanso e de oração. Os fariseus desesperavam por um pretexto para acusar Jesus de blasfémia. Nisto, apareceu na sinagoga um homem com uma mão atrofiada. Parecia o cenário ideal para apanhar Jesus em falso… Infelizmente, para os fariseus, eles deviam saber que ninguém consegue passar rasteiras ao Mestre.
Jesus disse ao homem que tinha a mão atrofiada: “Levanta-te e vem aqui para o meio”. E desafiou diretamente os fariseus: “Será permitido ao sábado fazer bem ou fazer mal, salvar a vida ou tirá-la?”. A seguir, Jesus disse ao homem: “Estende a mão”. Ele estendeu-a e a mão ficou curada.
Até aqui, o episódio parece normal. Jesus faz mais um milagre, os fariseus não gostaram, mas não o conseguiram impedir. O habitual. A surpresa vem a seguir: os fariseus saíram dali para se reunir com os herodianos e deliberarem como haviam de O matar. Se Jesus não fosse Deus, não havia problema. A questão é que os fariseus não acreditavam nisso! Uma mão atrofiada não se cura sozinha! Os fariseus sabiam que Jesus fazia milagres e era Deus! Queriam matá-lo por isso. Para um demónio, isto é a coisa mais natural do mundo.
Nas Jornadas Mundiais da Juventude, no Panamá, Francisco falou aos jovens de unidade. Disse-lhes que o demónio tenta semear a divisão, a fé alimenta o espírito de unidade. Que o pai das mentiras prefere pessoas divididas e a brigarem e não gosta de pessoas que aprendem a trabalhar juntas. “O verdadeiro amor não elimina as diferenças legítimas, mas harmoniza-as numa unidade superior – e acrescentou – sabem de quem é esta frase? Do Papa Bento XVI, que está agora a ver-nos na televisão! Saudemo-lo todos, aplaudindo o Papa Bento!”. Francisco deu a pista e a multidão, do Panamá e de todo o mundo, correspondeu com o máximo de algazarra. Felizmente, no meio de tanto desconcerto, no mundo e na Igreja, por vezes saboreamos a grande alegria da unidade.
Esta Jornada Mundial da Juventude terminou de forma memorável: anunciando que a próxima edição vai decorrer em Portugal.

Outras notícias em Opinião

  • O Inferno, o Céu e a oração do rico

    O mês de novembro é dedicado aos mistérios do encontro ou desencontro com Deus. Pode ser um encontro feliz, inesgotável e exultante, ou pode ser…

  • Princípio da participação

    Cada um de nós faz parte de uma família; e, em maior ou menor grau, faz parte de uma ou mais associações, outras instituições, empresas,…

  • O valor do Património Cultural

    “Se destruís o passado, destruís a alma. Ficais sem raízes para corrigir o futuro. Os homens foram notáveis pelo que fizeram de notável”. Palavras colocadas…

  • Princípio da subsidiariedade

    O princípio da subsidiariedade baseia-se na dignidade e autonomia de cada pessoa e família, defendendo que as diferentes organizações privadas, com ou sem fins lucrativos,…

  • Destino Universal dos Bens 2166

    Este é o terceiro princípio fundamental da doutrina social da Igreja (DSI), depois da igual dignidade humana e do bem comum abordados em artigos anteriores…

  • A festa da alegria

    Nestas últimas semanas, a Igreja lançou, em todo o mundo, um projecto renovado de evangelização. Este mês de outubro foi declarado um Mês Missionário Extraordinário,…

  • Rasoamanarivo

    A 7 de setembro, durante a viagem a Moçambique, Madagáscar e República da Maurícia, o Papa fez questão de visitar o túmulo de Victoire Rasoamanarivo,…

  • Francisco e Bento XVI publicam um livro em parceria

    Os autores são Papa Francisco e Bento XVI, o título é “Não façam mal a nenhum destes pequeninos. A voz de Pedro contra a pedofilia”.…

  • Princípio do «Bem comum»

    A seguir à dignidade humana, o segundo princípio fundamental da doutrina social da Igreja (DSI) respeita ao bem comum, isto é: o conjunto de bens…

  • Perfume de poesia na Igreja Católica

    No próximo dia 5 de outubro, a Igreja passará a contar com mais 13 novos cardeais. Um deles é o português José Tolentino Mendonça, um…