Adelino Santos retrata História através de artesanato

Foto por Sara Susano

Uma grosa, um serrote, um canivete, lixa e tintas. É tudo o que Adelino Santos precisa para criar. No pequeno museu que construiu em sua casa, inaugurado em 2006 pelo então presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Gonçalves Sapinho, estão retratados em madeira esculpida episódios que viveu ao longo dos seu 79 anos. “Comecei a esculpir madeira no ano 2000, por brincadeira, quando estava sentado no sofá à lareira”, revela o artesão, natural do Bárrio. “Um dia o presidente da Junta de Freguesia do Bárrio, Orlando Pereira, veio aqui e disse-me para eu continuar porque tinha aqui um trabalho muito bonito”, recorda Adelino. Continuou e o trabalho está à vista. A apanha do trigo e o seu processo até se tornar pão, a descamisada do milho, as vindimas… tudo isso está retratado através do trabalho de Adelino que já contém 430 bonecos.

(Saiba mais na edição em papel de 30 de abril de 2015)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found