Cultura

Alcobaça. A cerâmica de Patrice Bongrand na Casa D’Artes Mestre João Santos

João-Santos_COR

Até 12 de novembro, a Casa D’Artes Mestre João Santos, em Alcobaça, é a «casa» das obras Patrice Bongrand, escultor e artista ceramista francês, que vive na aldeia de Mosqueiros, em Alfeizerão, há pouco mais de um ano.
A mostra, que abriu a 10 de outubro, é uma síntese do seu trabalho, “entre esculturas em grés cozidas, em forno a lenha japonês, o anagama, tigelas tradicionais japonesas para a prática do chá de grés, pinturas e esculturas em cerâmica raku”, revela a’O ALCOA o artista que tem como grande paixão: o bonsai.
«Tocado» pelos grandes pintores japoneses (Hokusai e Hiroshige) e pelos impressionistas (Monet, Van Gogh, Cézanne), é nas obras das grandes tradições japonesas, francesas e outras, mas acima de tudo, na sua “procura, constantemente renovada, em busca da beleza dos viventes, da criação divina, no seu aspeto natural, dentro de uma dinâmica assimétrica espontânea”, explica o artista, de 66 anos.

121032020_1425372950989905_888673294163288098_n

IMG_20201010_175342

Saiba mais na edição impressa e digital de 29 de outubro de 2020.

Outras notícias em Cultura