Alcobaça. Unidade de cuidados paliativos com novo projeto

“Um ano muito duro e com enormes aprendizagens”. Eis como descreve Mariana Vala, enfermeira da equipa da unidade de internamento dos Cuidados Paliativos do Hospital de Alcobaça, o primeiro ano da Unidade de Internamentos de Cuidados Paliativos do Hospital de Alcobaça, na sessão comemorativa do seu aniversário. Com 12 camas em dez quartos, o objetivo de tratar 250 utentes por ano, foi ultrapassado, tendo sido tratados cerca de 300 doentes. Em relação à componente da Equipa Intra-hospitalar de Suporte em Cuidados Paliativos foram, em 2021, ultrapassadas as 6.300 consultas e houve 1.810 sessões de hospital de dia. Mariana Vala destaca que é neste serviço que consegue “exercer enfermagem no verdadeiro sentido da palavra. Somos pessoas a cuidar de pessoas”.

“A minha mãe, com uma doença oncológica, conseguiu ter um fim de vida tranquilo e calmo”, destaca Álvaro Pedroso. O cuidador admite que “queria cuidar dela, mas estive num túnel escuro durante muito tempo”. Depois de a mãe ter sido sinalizada para os cuidados paliativos, “apareceu a luz nesse túnel, com o aparecimento de uma equipa, que me ajudava em tudo, a quem eu chamo de super-heróis”. Doente oncológico desde 2016, João Marques admite que “quando entrei para os cuidados paliativos pensava que era o fim, mas foi o princípio de tudo”, e para com esta unidade “tenho uma dívida de gratidão para o resto da vida”.

Saiba mais na edição impressa e digital de 31 de março de 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found