Alfeizerão. Vale d’Elfos nasce para colmatar necessidade

Flores de vaso, terra, vasos de barro, hortícolas e adubos são os produtos do Vale d’Elfos, o novo viveiro de Alfeizerão. De portas abertas desde 26 de março, na Rua 25 de Abril, o Vale d’Elfos “não quer fazer concorrência” aos estabelecimentos existentes, destaca Susana Miguel, proprietária do estabelecimento comercial, a’O ALCOA. “Várias pessoas procuram flores de corte, um arranjo, mas não vendo, porque já há duas floristas em Alfeizerão”, explica.

Tal como noutros casos, o viveiro surgiu como uma alternativa ao desemprego. Susana Miguel trabalhava numa estufa da freguesia, mas fechou há dois anos. Habituada a lidar com as flores e plantas, decidiu fazer um “pequeno investimento” na mesma área.

A responsável pelo espaço afirma “não se poder queixar porque a publicidade é pouca e também abrimos recentemente”. Porém, como já tinha trabalhado noutra estufa, admite que “o passa-palavra está a ser bom, e o facto de ser uma pessoa conhecida na zona também tem uma certa influência”. A procura vai aparecendo: “posso não ter clientes nenhuns, mas depois aparecem dois ou três, simultaneamente”, explica. Em Alfeizerão, há pessoas que não têm transporte e não havia nenhum viveiro; por isso, “junta-se o útil ao agradável”.

Saiba mais na edição impressa e digital de 28 de abril de 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found