Análise. O ALCOA visitou as barracas de Fernando e Inocêncio

“Como é que duas pessoas com problemas psíquicos podem ter dinheiro em seu poder?”, questiona Maria de Jesus Santos sobre os dois irmãos de etnia cigana, que vivem em Alcobaça, em barracas e sem medicação, como O ALCOA noticiou nas últimas edições.

87084968_332314634350428_7518913105796005888_n
Maria de Jesus Santos tem um estabelecimento no Centro Comercial Gafa, onde Fernando, um dos irmãos, passa muitas vezes. A alcobacense começou a oferecer comida a Fernando, aproximando-se pelo seu aspeto e por vê-lo sempre esfomeado.

86464976_134988881073350_2316068076509986816_n

“Há um ano que lá vou”, conta Maria de Jesus Santos, impressionada com as suas péssimas condições de vida. “Não é normal uma pessoa nunca comer uma refeição quente na vida”, destaca.

 

 

(Saiba mais na edição impressa e digital do jornal O ALCOA de 20 de fevereiro 2020)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found