AQUI há um SHOPPING – Avenida da Igreja

Foto por Sara Susano

FICHA TÉCNICA

Nome: Avenida da Igreja
Data de construção: Foi construída em 1955. A Igreja Nova foi inaugurada em agosto de 1955 e nessa data a avenida já estava aberta.
Padre Inácio Antunes: Foi pároco da Benedita de 1951 a 1958. Modificou a fisionomia da Benedita a par da sua ação pastoral. A 15 de agosto de 1980, no 25º aniversário da Igreja Paroquial, foi descerrado um busto em homenagem ao Padre Inácio Antunes.

 

 

A Avenida da Igreja, na Benedita, completa este ano 59 anos de existência. A construção da atual Igreja Paroquial foi o que levou à abertura desta avenida, que é atualmente uma das ruas principais da vila.
O Padre Inácio Antunes, pároco da Benedita de 1951 a 1958, foi quem idealizou a Avenida da Igreja, a própria igreja assim como o seu espaçoso adro. Foi este sacerdote que lutou pela instalação da luz elétrica na zona que rodeia esta larga avenida em que passam, diariamente, centenas de pessoas.

 

BELOS_EVENTOS_WEBsiteBENATURA_WEBsite

KOM_GRAÇA_WEBsite

 

 

 

 

 

 

NICOLAU_SAPATARIAS_WEBsiteSANTEIRO_WEBsite

 

 

 

 

 

O ALCOA foi ao encontro dos comerciantes que estabeleceram o seu negócio nesta avenida de quase 60 anos. Conheça-os e aproveite para os visitar:
A Ourivesaria – Relojoaria – Ótica Santeiro tem portas abertas desde 9 de janeiro de 1955, ano de abertura da Avenida da Igreja. Trata-se de um negócio familiar de comércio a retalho de artigos de ourivesaria, relojoaria e ótica.
A Belo’s eventos está vocacionada para a organização de casamentos, batizados, festas temáticas e congressos. Conta com uma organização jovem e possui uma equipa com largos conhecimentos na área dos eventos.
A sapataria Nicolau, com loja nesta avenida da Benedita e também em Rio Maior, tem a qualidade como prioridade, tendo ao seu dispor calçado de variadas marcas.
“A mãe Natureza é a base de todas as curas” é o lema da ervanária e dietética Benatura.
Por fim, mas não por último, a loja Kongraça, de Maria da Graça Santos, tem ao dispor dos clientes malas, acessórios e roupa «Kongraça».

 

 

Uma resposta

  1. Então 60 anos? Isso não tenho eu e, o que estou vendo é comerciantes novinhos incluídos na velhice? Ou somos todos velhos ou todos novos? Estas noticias são um espanto…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Candidaturas abertas

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online

Encontros em Rede: Reimaginar os Museus a 26

05 Abr | Seg | 15:00

Página de facebook da Rede Cultura 2027