Avaliar e decidir

As eleições do próximo domingo são determinantes para o futuro do concelho de Alcobaça.
A avaliação dos últimos quatro anos de governação do concelho, quando se prometeram dinâmicas novas, será feita agora nestas eleições. Porque escolher pessoas e equipas para liderar os próximos quatro anos é, também, um momento de reflexão sobre aquilo que foi prometido e o que foi concretizado; porque optar por projetos e ideias é, ainda, ter presente que com pouco é possível fazer e concretizar obra.
O mandato autárquico que ora termina foi de desilusão para quem acreditou numa nova dinâmica para o concelho. Assistimos a uma desorientação, comandada pelo improviso, com maus resultados. Com o argumento dos parcos recursos financeiros, o concelho de Alcobaça, pela mão de uma maioria na Câmara Municipal, sofreu com a falta de ideias, pelos conflitos, demissões, acusações e pela ausência de uma estratégia clara. Estratégia que, na prática, colocasse um rumo num concelho de enormes potencialidades. Rumo que, mesmo não podendo ser alcançado em quatro anos, perspetivasse uma orientação definida e fosse capaz de inverter o caminho descendente que o concelho percorre há anos.
As promessas de hoje são as promessas de há quatro anos.
No próximo domingo surge outra oportunidade, conferida pela democracia, para alterar tal estado das coisas.
As listas do Partido Socialista, pelas quais sou mandatário e candidato à Assembleia Municipal, apresentam-se como verdadeira alternativa a estes quatro anos de desilusão. Os homens e mulheres que compõem as listas do PS, certos dos tempos difíceis que atravessamos e do papel da política e dos políticos, não tomam o trigo pelo joio. Acreditam que é possível fazer diferente. Com seriedade, honestidade e empenho. Acreditam que não bastam palavras de circunstância. E têm consciência que a vontade de um concelho e o voto de cada um pode fazer toda a diferença. E querem, com a confiança que neles for depositada, contribuir decisivamente para um concelho moderno, onde as pessoas contam e são o objetivo último da política. Com transparência, dedicação e rigor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Candidaturas abertas

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online

Encontros em Rede: Reimaginar os Museus a 26

05 Abr | Seg | 15:00

Página de facebook da Rede Cultura 2027