Opinião

Cine-teatro de Alcobaça: uma programação para todos

Em 2014 comemoram-se 450 anos do nascimento de William Shakespeare, o famoso poeta e dramaturgo inglês, um dos maiores escritores de sempre e porventura o mais influente dramaturgo do mundo.

Alcobaça não podia ficar indiferente a uma efeméride desta dimensão pelo que foi com orgulho que o Cine-Teatro apresentou “Como queiram”, uma comédia pastoril encenada por Beatriz Batarda.

E foi também com satisfação que verificámos, na sequência do que já tinha acontecido com os concertos de António Zambujo e Deolinda, que o público correspondeu esgotando rapidamente os bilhetes.

Esta grande produção de teatro, talvez a mais ambiciosa apresentada em Alcobaça desde que o CTA reabriu em 2004,  constituiu um destaques da programação para este primeiro trimestre do ano.

Programação esta que permanece fiel aos seus princípios de ecletismo – com teatro, música e dança – e de transversalidade, tentando assim atingir todos os públicos.

Os Deolinda, que abriram a “temporada”, e os Anjos  agora em Fevereiro (ambos pela 1ª vez no CTA) constituem as mais importantes apostas neste sentido ao nível da música, devidamente acompanhados pela “Loucura dos 50”, uma comédia protagonizada por alguns dos actores mais conhecidos do grande público.

Já ao nível da dança, na sequência da programação regular de grupos profissionais de que é exemplo recente a Companhia Olga Roriz, apresentamos desta feita (também em estreia em Alcobaça) a Companhia de Dança de Almada.

Por outro lado, as crianças não foram esquecidas e terão direito a espectáculos especialmente desenhados para elas: “A caminhada dos elefantes”, uma co-produção Artemrede, e “O Gato Berlioz – à descoberta da música do Mundo na América Latina”, 2º episódio de um ciclo de espectáculos didáticos produzidos pela Academia de Música de Alcobaça.

Outras notícias em Opinião

  • O Vaticano e as divindades pagãs

    A ideia de construir um museu nasceu há mais de cinco séculos na cabeça de alguns Papas. A palavra «museu» não existia e, menos ainda,…

  • Princípio da solidariedade

    O princípio da solidariedade é o último dos seis consagrados no Compêndio da Doutrina Social da Igreja (CDSI): ele sintetiza de algum modo os restantes,…

  • O Inferno, o Céu e a oração do rico

    O mês de novembro é dedicado aos mistérios do encontro ou desencontro com Deus. Pode ser um encontro feliz, inesgotável e exultante, ou pode ser…

  • Princípio da participação

    Cada um de nós faz parte de uma família; e, em maior ou menor grau, faz parte de uma ou mais associações, outras instituições, empresas,…

  • O valor do Património Cultural

    “Se destruís o passado, destruís a alma. Ficais sem raízes para corrigir o futuro. Os homens foram notáveis pelo que fizeram de notável”. Palavras colocadas…

  • Princípio da subsidiariedade

    O princípio da subsidiariedade baseia-se na dignidade e autonomia de cada pessoa e família, defendendo que as diferentes organizações privadas, com ou sem fins lucrativos,…

  • Destino Universal dos Bens 2166

    Este é o terceiro princípio fundamental da doutrina social da Igreja (DSI), depois da igual dignidade humana e do bem comum abordados em artigos anteriores…

  • A festa da alegria

    Nestas últimas semanas, a Igreja lançou, em todo o mundo, um projecto renovado de evangelização. Este mês de outubro foi declarado um Mês Missionário Extraordinário,…

  • Rasoamanarivo

    A 7 de setembro, durante a viagem a Moçambique, Madagáscar e República da Maurícia, o Papa fez questão de visitar o túmulo de Victoire Rasoamanarivo,…

  • Francisco e Bento XVI publicam um livro em parceria

    Os autores são Papa Francisco e Bento XVI, o título é “Não façam mal a nenhum destes pequeninos. A voz de Pedro contra a pedofilia”.…