Dedicação. Trabalho de uma vida

Foto por Catarina Reis

“Antes queria parar eu primeiro, que o moinho”. É no cimo do monte, no Ardido, em Turquel, a olhar para as velas do seu moinho que o vento faz rodar, que Raúl Rodrigues, com 77 anos, expressa assim o gosto por esta arte, que lhe está no sangue. Bisneto, neto e filho de moleiros, Raúl Rodrigues é o último desta geração que ainda mantém viva a tradição de moer de forma tradicional o trigo e o milho.

 

(Saiba mais na edição impressa e digital do jornal O ALCOA de 31 de outubro de 2019)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found