Famílias Anónimas ajudam a lidar com dependências

Foto por Sara Vieira

São 12 tradições, 12 passos e vários lemas. O anonimato é um dos princípios básicos. Sem quotas, sem chefes e sem religião. Estas são as linhas do programa das Famílias Anónimas, grupo de autoajuda, que em Alcobaça existe desde 1995.
“Este movimento nasceu de uma necessidade urgente de criar um grupo que ajudasse as famílias ou amigos de adictos”, explica Hélia [nome fictício], uma das pessoas que integra o grupo desde o seu arranque.

(Saiba mais na edição em papel de 10 de janeiro de 2013)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found