Gala. Teatro Chaby Pinheiro foi palco de reconhecimento

A 9.ª edição da Gala d’O ALCOA, um evento organizado pelo “Jornal de todos nós” que anualmente assinala a doação das terras de Cister a São Bernardo e distingue o mérito da região, este ano deslocou-se à Nazaré e ao icónico Teatro Chaby Pinheiro. Com o objetivo de sempre: reconhecer o que de melhor se faz na região.

“Nunca me paro de surpreender com o talento que existe na região”, disse o Padre Ricardo Cristóvão na IX Gala d’O ALCOA, realizada a 10 de abril. Para o coordenador-geral do “Jornal de Todos Nós”, a iniciativa que O ALCOA leva a cabo anualmente representa “apenas a ponta do iceberg” de tudo o que de bom se faz na região “uma vez que há muito mais”.

Depois da interrupção da pandemia, a gala voltou a realizar-se. De novo com apresentação da talentosa Sara Lourenço, o evento homenageou de novo personalidades e instituições com os Alcoa d’Ouro em diversas categorias. Uma escolha feita por um júri independente, composto por António da Luz Rebelo, diácono da Benedita; Maria João Lameiras, empresária de turismo e gerente do Challet Fonte Nova; e José Jordão, antigo administrador da Sociedade de Porcelanas de Alcobaça (SPAL), e antigo presidente da Câmara Municipal da Nazaré e da Assembleia Municipal da Nazaré. Uma tarde de comunidade, onde pudemos ouvir ainda a magnífica voz do tenor Samuel Vieira.

Outra novidade da IX Gala d’O ALCOA foi a realização da iniciativa, pela primeira vez, fora do concelho de Alcobaça, no Teatro Chaby Pinheiro, da Confraria de Nossa Senhora da Nazaré, no Sítio da Nazaré.

Saiba mais na edição impressa e digital de 14 de abril de 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found