Atual

Ginja de Alcobaça e de Óbidos é Indicação Geográfica Protegida pela Comissão Europeia

ginjinha-de-alcobaca-m-s-r-0-50l-547310 (1)

A Comissão Europeia aprovou o pedido de registo um novo produto português como uma das Indicações Geográficas Protegidas (IGP). Trata-se da “Ginja de Óbidos e Alcobaça”, um pequeno fruto da família das cerejas, com uma forte concentração de açúcares e ácidos.

A ginja é cultivada na região da Serra dos Candeeiros, um parque natural no centro do país junto ao oceano Atlântico. São fabricados muitos produtos a partir desse fruto, tais dos licores, chá ou doçarias. Os produtores de países não pertencentes à União Europeia podem também apresentar pedidos de registo de nomes de produtos, desde que estejam ligados a uma área geográfica definida.

O registo como indicação geográfica (IG) confere ampla proteção aos nomes registados, e funciona como um direito de propriedade intelectual sobre os produtos com uma origem geográfica específica e com qualidades ou uma reputação que são devidas a essa origem. Os nomes registados gozam de proteção contra a sua utilização abusiva, imitação ou evocação.

A lista de todas as 1 354 designações protegidas oriundas de todos os países está disponível na base de dados DOOR, através do site: http://ec.europa.eu/agriculture/quality/door/list.html?locale=fr

Outras notícias em Atual