Igreja

Nazaré. Confraria acolhe crianças migrantes

Casa-do-Mar-Casa-de-Acolhimento-Temporário.00_00_23_23.Quadro002

A Confraria de Nossa Senhora da Nazaré é uma das cinco instituições nacionais a integrar o projeto europeu de acolhimento a Crianças e Jovens Estrangeiros não Acompanhados (CJENA).
“Vamos acolher 13 jovens, por cada ciclo, prevendo-se que possam passar pela casa de acolhimento cerca de 50 jovens migrantes”, disse a’O ALCOA Nuno Batalha, presidente da confraria.
A 9 de junho, a instituição recebeu um convite do Centro Distrital de Leiria da Segurança Social para “manifestação de interesse” no âmbito destes projetos de acolhimento “com a duração de 22 meses”, na sequência do compromisso do Estado Português em acolher 500 crianças e jovens migrantes (250 em 2020 e 250 em 2021). Migrantes que, dada a sua menoridade e situação de perigo, estarão sob alçada dos Tribunais de Família e Menores.

 

Saiba mais na edição impressa e digital de 15 de outubro de 2020.

Outras notícias em Igreja