Nazaré. Neste projeto a «voz» é dos idosos

Catarina Reis
Jornalista

Passa pouco das dez e meia da manhã. No Centro Social de Valado dos Frades escuta-se música, canta-se, movimenta-se o corpo e convive-se. É com entusiasmo e alegria que 15 utentes, do centro de dia, participam nas atividades trazidas por Sónia Vidinha.

Aqui dá-se voz aos idosos, que é como quem diz: “são eles que importam”. Foi em 2018 que nasceu o projeto “Dar Voz ao Idoso”. Uma ideia inovadora desta nazarena, que a apresentou à Câmara Municipal da Nazaré. A iniciativa dirige-se a estes utentes, em diversas áreas: cognitiva, motora, social e lúdica. O papel do animador é incentivar a participação, adequando cada atividade a cada utente. Fazendo o que muitas “instituições não fazem, nesta área”, resume Sónia Vidinha.

Em Valado dos Frades, a Educadora Social, Ana Romão, dá uma ajuda: “uma excelente profissional que trabalha muito bem com eles, o que me faz variar as atividades”. A responsável avança que na maioria das instituições “não há um animador”, mas “estes utentes, na casa dos oitenta ou mais, necessitam de ser estimulados”.

Maria Otília Salgadinho, de 82 anos, uma das participantes, está na instituição desde 2016 e gosta muito das «aulas» com dança.

Saiba mais na edição impressa e digital de 28 de abril de 2022.

Catarina Reis
Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found