Paulo Mateus. “A Cela não tinha farmácia, casa mortuária e as nossas escolas são da década de 60″

PERFIL

Nome: Paulo Jorge Carvalho Mateus
Data de nascimento: 11 de dezembro de 1971
Naturalidade: Cela
Atividade profissional: Empresário na área das energias renováveis; não é presidente de junta de freguesia a tempo inteiro.

 

ORA DIGA LÁ…

Uma terra: Cela
Um livro: “Seiva Sagrada: a Agricultura na Região de Alcobaça – Notas Históricas”, de Pedro Barbosa e Maria da Luz Moreira
Uma frase ou lema: Dar sempre o meu melhor
Vai recandidatar-se? Não

 

Qual a principal actividade económica da freguesia da cela?
A fruticultura.

Por que se candidatou?
Candidatei-me porque tinha tido um primeiro mandato e projetos a que queria dar seguimento.

Quais os principais problemas que encontrou na freguesia quando chegou à junta? E o que fez para os resolver?
Encontrei alguns problemas normais, em termos de arruamentos e infraestruturas básicas. A Cela não tinha uma farmácia, uma casa mortuária e as nossas escolas primárias são da década de 60 e algumas da de 50. Obras que era urgente fazer para colocar novamente a Cela “a mexer”. Foi-se resolvendo passo a passo. Requalificámos a Praça General Humberto Delgado na Cela Velha. Fizemos o alargamento da rua General Humberto Delgado. A Câmara Municipal de Alcobaça está a tratar do processo da empreitada das escolas e, em maio e junho, a obra deve estar no terreno. Na zona sul da freguesia, falava-se há muitos anos da necessidade de uma zona desportiva. A câmara adquiriu um terreno, elaborou um projeto. Julgo que vai acontecer ainda nestes últimos meses de mandato a obra desse recinto desportivo. Também estamos a resolver a falta de estacionamento na sede de freguesia, com o aluguer de um terreno e a construção de um parque de estacionamento provisório junto ao cemitério. Embora os celenses pensem que o cemitério está superlotado e necessite de alargamento, não é nossa preocupação a sua ampliação porque ainda há aí espaço. Estamos a construir uma garagem e balneários para os funcionários da junta de freguesia. No lugar das Carrascas, construímos um estaleiro para materiais e ferramentas. Criámos a Associação de Freguesias Granja da Maçã, em conjunto com as juntas do Vimeiro e de Alfeizerão. Partilhamos uma máquina que adquirimos e que tem sido essencial para manter os caminhos agrícolas e todos os trabalhos daí decorrentes. A requalificação do Parque de Merendas, após a doação de Graciete Vala, está em andamento, feita a limpeza do terreno e com as obras a realizar na próxima primavera. A descentralização de competências também foi importante. A lei obrigou a uma descentralização, mas a Câmara de Alcobaça foi mais além, o que nos facilitou muito o trabalho neste mandato, porque não deu só a competência, deu a competência acompanhada da respetiva verba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found