Região. Falta de água e eventos de poluição agudizam estado dos rios e aquíferos

Catarina Reis
Jornalista

Apesar de ter chovido nas últimas semanas, “os rios que atravessam o concelho da Nazaré encontram-se abaixo do que seria normal para a época, mas mais preocupante são os níveis dos aquíferos que tiveram uma descida muito acentuada nos últimos dois anos, com especial agudizar nos últimos 6 meses”, disse a’O ALCOA Orlando Rodrigues, vereador do Ambiente da Câmara Municipal da Nazaré. Entre eles, a nascente do Nasce Água, em Valado dos Frades, que abastece parte da população e que também “apresenta níveis abaixo dos normais”. Ainda assim, a maior preocupação do concelho encontra-se em Fanhais “onde os níveis freáticos baixaram consideravelmente, ao ponto de inúmeros furos ficarem secos e o regato ter secado”. Apesar disso, o vereador do Ambiente tem a informação “que esta região da Nazaré e vale dos Campos da Cela, até pelo sistema de regadio que tem, está a ser a opção de entidades que se estão a deslocalizar de zonas do concelho de Alcobaça, como Évora de Alcobaça, para esta área”. Em sua opinião, ali “o recurso aquífero dá mais garantias de produtividade que em outras áreas da região”, mas a solução de futuro poderá passar pela “criação de centrais de dessalinização, que encaminhará essa água para áreas de regadio, ficando a água dos aquíferos e rios exclusivamente destinada a consumo humano”.

Saiba mais na edição impressa e digital de 22 de setembro de 2022.

Catarina Reis
Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found