Região. Vacinação de professores e auxiliares atrasada uma semana

Catarina Reis
Jornalista

Foto por Catarina Reis

“A decorrer muito bem mesmo”. “Muito felizes por estar no regime presencial”. “Os alunos mais desejosos de voltar, ainda mais dos que os pais”. “Tão aguardado por todos”. Eis a expressão de vários responsáveis pelas escolas da região sobre o retorno das aulas presenciais, a 15 de março para as crianças das creches e alunos do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo, e a 5 de abril para os 2.º e 3.º ciclo. De acordo com o plano de desconfinamento do Governo, o regresso às aulas presenciais termina a 19 de abril, com o regresso do ensino secundário e superior.
Declarando que “definitivamente, a escola é feita em presença”, Luísa Sardo, diretora do Agrupamento de Escolas de São Martinho do Porto, disse a’O ALCOA não existir, para já, “nenhuma situação Covid-19 a reportar, em quase todo o pessoal docente testado, faltando apenas um número residual de professores do secundário, que não se encontra a exercer funções presenciais na escola e que será testado na 1.ª semana de regresso às aulas em conjunto com os alunos do secundário”. Luísa Sardo adianta terem sido vacinados “os docentes do pré-escolar e 1.º ciclo, técnicos das Atividades Extracurriculares e alguns funcionários”. A vacinação dos restantes, prevista para 10 e 11 de abril, foi adiada por uma semana devido às dúvidas levantadas sobre o uso da vacina da AstraZeneca.

Saiba mais na edição impressa e digital de 15 de abril de 2021.

Catarina Reis
Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Publicidade-donativos

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

No data was found