2013-2014: o ano de todas as decisões? (II)

Vamos, mesmo assim, fazendo caminho:
1) Temos uma escola (FEM) que foi, simplesmente, a que teve melhores resultados, no ensino básico, do distrito de Leiria, apenas suplantada por um colégio da capital de distrito;
2) Temos uma escola, Pataias, que superou as suas “concorrentes”, públicas e privadas;
3) Temos uma escola (D. Pedro) que, herdando uma tradição muito desfavorável, não compromete os resultados do conjunto;
4) Temos uma escola secundária que, não tendo tido, neste ano, resultados especialmente brilhantes, tem tido, quase sempre, dos melhores alunos do distrito de Leiria e que conseguiu colocar mais de 90% dos seus alunos no ensino superior;
5) Temos um 1º ciclo que, alinhando pela média nacional, ganha prémios distritais e nacionais;
6) Temos uma realidade global (o Agrupamento de Cister) que, sendo a mais complexa, para além da maior, unidade de ensino a nível nacional, tem sido reconhecida pelos seus resultados e pela sua capacidade de gestão.
Temos, enfim, muitas e boas razões para prometer à comunidade educativa de Cister um serviço educativo de qualidade, para o próximo ano – e para os outros que hão de vir. (fim)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PRIMEIRA PÁGINA

PUBLICIDADE

Candidaturas abertas

NOTÍCIAS RECENTES

AGENDA CULTURAL

Alcobaça. Biblioteca convida à conversa com…

10 Abr | Sáb | 11:00

online

Encontros em Rede: Reimaginar os Museus a 26

05 Abr | Seg | 15:00

Página de facebook da Rede Cultura 2027